top of page
Logotipo do Estúdio Banca no formato de um vinil em tons de pink e vermelho

Briga de gigantes: Apple Podcasts X Spotify. Quem sai ganhando é o produtor de conteúdo

Há uma disputa de mercado entre gigantes. De um lado a precursora em disponibilização de podcasts, a Apple, que já faz isso há mais de 15 anos. De outro, a Spotify, que entrou no páreo mais recentemente. Ambas estão com novidades para produtores de podcasts, que saem ganhando com a disputa



Viver de podcast é o sonho de muito podcaster. Pois a Apple Podcasts e Spotify anunciaram novidades para produtores de conteúdo. Tim Cook anunciou na semana passada alguma mudanças bem interessantes. Os criadores de áudio poderão ter uma nova forma de monetizar seus produtos por meio do programa lançado pela gigante Apple. Quinze anos depois de entrar nesse mercado, a empresa anuncia o seu programa de assinatura.


E como funciona o programa de assinatura da Apple Podcasts?


O produtor paga um valor fixo anual de US $ 19,99 e define um valor para assinatura do seu podcast. Sobre o valor da assinatura, e Apple retém 30% do valor no primeiro ano e 15% a partir do segundo ano. O criador pode definir quais são os benefícios relacionados à assinatura. Alguns criadores já anunciaram que pretendem deixar os podcasts gratuitos, para trabalhar com bônus para os assinantes, com algum conteúdo exclusivo, por exemplo; ou acesso antecipado aos episódios.


Spotify não ficou atrás


Mas a briga é boa, e a Spotify tem como meta passar a Apple Podcasts em número de podcasts e ouvintes. Para isso, pretende atrair criadores e produtores de podcasts. E sua contrapartida é não cobrar nada do produtor. Não haveria taxa anual, o criador define o valor da assinatura e recebe na íntegra este valor. Ou seja, ou ganho do Spotify continua em cima das assinaturas premium para ouvintes.


Quem sai ganhando nessa briga?


Tudo indica que o Soundcloud também entra nessa briga para atrair produtores. O modelo de remuneração da plataforma, que hospeda podcasts ainda não chegou ao Brasil. Mas o formato seria de royalties alimentados por fãs. Ou seja, a taxa paga por um assinante seria dividida entre os produtores na plataforma.


Uma coisa é certa: nessa briga de gigantes, quem sai ganhando são os criadores e produtores de conteúdo que terão mais opções para monetizar o seu podcast. Isso exigirá uma qualidade melhor de produção para que se possa cobrar pelo que se oferece. Também exigirá dos produtores pensar além dos episódios, em conteúdos extras que possam atrair assinantes.


Quer ler mais sobre o assunto?



Sobre o estúdio banca podcast


No estúdio banca podcast, você pode ter seu podcast completo. Pensamos e construímos junto com você. Oferecemos desde a concepção e planejamento, passando pela criação do nome, comunicação visual, vinheta de abertura, trilha sonora, gravação, montagem e edição. Entregamos o podcast pronto pra você! E também cuidamos de toda distribuição, caso seja necessário.

Você já tem seu podcast e quer só um espaço para gravar? Também oferecemos locação por hora, com técnico. No momento, estamos também fazendo gravação remota.


Atendemos empresas, profissionais liberais e pessoas físicas.

O Estúdio Banca Podcast é uma empresa associada à Banca de Conteúdo, agência de comunicação há 7 anos no mercado, com foco em Saúde, Cultura e Sustentabilidade.




32 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page